Em novembro, Moro virou ministro e TCU mandou OAB prestar contas

Em reunião com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), no dia 1º de novembro, o juiz Sergio Moro aceitou a função de comandar o “superministério” da Justiça, que também será responsável pela Segurança Pública.
A escolha dividiu a comunidade jurídica. Enquanto alguns advogados e juristas acr…
Fonte: CONJUR
Em reunião com o presidente…